A Polícia Civil do Rio Grande do Norte (PCRN) informou nesta terça-feira (14) que a Delegacia Municipal (DM) de Portoalegre instaurou, nesta segunda-feira (13), um inquérito para apurar as agressões praticadas em desfavor de um homem que teria sido autor do crime de dano praticado contra um estabelecimento comercial, fatos ocorridos no município de Portoalegre, no último sábado (11).

Na ocasião, o comerciante, dono do estabelecimento, deteve o autor do dano, amarrando seus pés e mãos, e ainda lhe desferiu chutes na frente de populares. A agressão foi registrada, em vídeo, pela população.

O proprietário do estabelecimento comercial registrou o caso na 4ª Delegacia Regional de Polícia (DRP) de Pau dos Ferros, antes do vídeo ganhar repercussão nas redes sociais.

Agora, as investigações tramitam na Delegacia Municipal de Portalegre, onde serão apuradas as circunstâncias do crime e ouvidas todas as testemunhas do fato.

O vídeo ganhou forte repercussão nas redes sociais nesta segunda-feira (13). A própria governadora Fátima Bezerra (PT) anunciou pelas redes sociais que determinou ao secretário de Segurança do RN, coronel Araújo, e à delegada-geral da Polícia Civil, Dra. Anna Cláudia, “a apuração imediata e rigorosa do caso que envolveu um quilombola em Portalegre e que deixou a todos estarrecidos”.

“O Governo do Rio Grande do Norte não será conivente e não compactuará com manifestações eivadas de discriminação, intolerância, ódio e abusos de quaisquer naturezas”, acrescentou a governadora no post.