Após ser exibido no 74º festival de Cannes, na França, o filme potiguar "Sideral" foi aplaudido de pé pelos expectadores nesta sexta-feira (16). A película é a primeira produção do Rio Grande do Norte a concorrer à Palma de Ouro, uma das principais premiações do cinema mundial.

O curta é dirigido pelo cineasta Carlos Segundo, professor do departamento de Comunicação Social da UFRN e produzido pela Casa da Praia Filmes.

Filmado nas cidades de Natal, Ceará-Mirim e Parnamirim, "Sideral" é uma ficção que se desenvolve no futuro, em torno do histórico dia do lançamento do primeiro foguete tripulado brasileiro na Base Aérea de Natal e como isso afeta a vida de Marcela, Marcos e seus dois filhos.

A premiação do Festival de Cannes será anunciado neste sábado (17).