Sancionada na segunda-feira, a lei que cria o vale-gás para famílias de baixa renda parece ter vários pais e mães.

A deputada federal do RN, Natalia Bonavides, celebrou a sanção da lei nas redes sociais e tomou para si o título de coautora do projeto. A notícia é destaque no Blog do Dina.

“Já está em vigor a lei de nossa coautoria com a bancada do PT que garante auxílio de 50% no preço do gás de cozinha para famílias de baixa renda”.

A fala da deputada acontece porque ela subscreveu o projeto, o que também lhe confere participação na autoria da proposta, que é do deputado paulista Carlos Zarattini, com coautoria do deputado Helder Salomão.

Poderão receber o auxílio Gás dos Brasileiros as famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) do governo federal, com renda familiar mensal per capita menor ou igual a meio salário mínimo nacional.

Também terão direito as famílias que tenham entre seus membros pessoas contempladas com o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

O auxílio será concedido preferencialmente às famílias com mulheres vítimas de violência doméstica que estejam sob o monitoramento de medidas protetivas de urgência.

As famílias beneficiadas terão direito, a cada bimestre, a um valor equivalente a, no mínimo, 50% da média do preço nacional de referência do botijão de 13 quilos nos últimos seis meses.

Deputada reafirma participação

Por meio de redes sociais, Natália reafirmou sua participação no projeto.

Não caia em fake news! A Lei do Auxílio Gás é de iniciativa coletiva da bancada do PT na Câmara, e tem a autoria da deputada Natália Bonavides desde que o projeto passou a existir! A informação pode ser conferida na ficha de tramitação do projeto e na lista de assinaturas, em site oficial da Câmara. É mentirosa a afirmação contrária e lamentamos que ela siga no ar mesmo após alerta e conhecimento da documentação oficial. Espalhe a verdade!

Com informações do Blog do Dina